Cordelirando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Neste blog você encontrará alguns cordéis de Salete Maria, bem como notícias acerca de sua produção e seu diálogo com outros artistas
... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Lugar de Mulher, recitado por Salete Maria

terça-feira, 19 de maio de 2009

Salete Maria parabeniza o CUCA - Cariri

Segue abaixo uma carta da professora Salete Maria parabenizando a todos e todas responsáveis pelo CUCA em nossa região do Cariri.
A professora contempla, ainda, a todas e todos com uma oração em forma de cordel. Confiram:

Meu caro Alexandre Lucas e demais amig@s, artistas, pesquisador@s e amantes da arte do e no Cariri,

Fico sumamente feliz com a implantação do CUCA em nosso habitat. O Cariri, enquanto locus de vasta e diversificada produção cultural, merece um espaço, não apenas físico, mas também político, filosófico e social onde seja possível exercitar o diálogo e o prazer coletivos; onde, de fato, aconteça a tão sonhada e necessária interação entre os variados e ricos saberes e as inúmeras práticas que fazem desta região um “celeiro artístico” privilegiado e particularíssimo no solo cearense.

Considero a implantação do CUCA-Cariri uma conquista de tod@s os que amam a arte e que a vivenciam quase que como uma religião, onde as manifestações cotidianas são sempre plenas de êxtases, mistérios, experimentos, cultos, gozos, celebrações e aproximações com as energias do amor, da luta, da paixão, da paz, do belo, do louco, do lúdico, enfim, da luz e da transformação!

Que a relação entre artistas, sociedade e mundo acadêmico caririense seja cada vez mais estimulada e desejada por todos os que acreditam que os falares, os cantares, os saberes, os fazeres, enfim, as culturas, são um constructo social dinâmico e rico, merecedor de apreço e de cuidado especial.

Desejo sucesso ao CUCA Cariri, e espero que este experimente uma existência longa, democrática e de múltipla efervescência cultural, sempre!

Como presente para este momento ímpar, remeto os versos adiante, os quais foram feitos sob as bênçãos de São Salvador, aqui na ‘baía de todos os santos’.

Saudações culturais,
Salete Maria

Post scriptum: se tresvariei é que ainda estou sob o efeito da catapora, rs.


ORAÇÃO (AO CUCA
E) À CULTURA-CARIRI

Minha lira nordestina
Meu Santo Jorge guerreiro
Minha nebulosa sina
Tiete de cancioneiro
Menestréis inspiradores
Trovadores, glosadores
Sirvam-me de candeeiro!

Ave Maria Bonita!
Ave Maria José!
Ave quem não acredita!
Ave quem tem muita fé!
Ave tu e ave eu!
Ave o que Deus me deu!
Ave home, ave muié!

Faço esta invocação
Nesta data especial
Suplicando inspiração
Pro meu verso marginal:
Grandes vates do além
Concedam a mim também
O talento original!

O CUCA enquanto espaço
Da ‘Cultura-Cariri’
Ensaia o primeiro passo
Nesta ‘matriz do pequi’
Que venha para ajudar
O povo compartilhar
O que se faz por aqui!

Que una as diversas artes
Saberes e produção
Das mais variadas partes
Deste bendito torrão
Que leve ‘universidade’
A toda vila e cidade
Por meio da interação!

E que resgate a memória
Da gente deste lugar
E valorize a história
Das falas ditas por cá
Em verso, prosa e canção
Repente, coro e oração
Que todos possam brilhar!

Que seja um espaço aberto
Para o mestre da cultura
Que dele fique mais perto
O Doutor em literatura
Que dança e dramaturgia
Show, teatro e romaria
Tenham presença segura!

Que o cantador de viola
Abrace o cineasta
Que o jogador de bola
Encontre com a ginasta
E que o audiovisual
Em tela fenomenal
Ensine: ninguém se basta!

Que nossa xilogravura
Seja mais valorizada
Que nas rodas de leitura
Esteja a ‘Patativada’:
Reisado, côco e lapinha
Broa, filhós e farinha
Tenham presença marcada!

Que haja muita fartura
Nas mesas de discussão
Regada a rapadura
E a muita disposição
Pra tudo ser debatido
Refletido, construído
Por várias vozes e mãos!

Que todo cabra da peste
Sendo nativo ou romeiro
Do litoral ao agreste
Camarada ou paricero
Possa vir nos visitar
Mode socializar
Um outside manêro!


E que cada lavadeira
E cada intelectual
Desmantelem as fronteiras
Que tanto nos fazem mal
Que cada doido ou minino
A cada bater do sinal
Anuncie o carnaval!

Que tudo quanto exista
Jamais seja ignorado
Que todo ponto de vista
Possa ser considerado
Que cada bode ou suíno
Sendo ou não nordestino
Seja por nós respeitado!

Que tudo que é estudante
De nível ‘superior’
Se converta em amante
Ou mesmo em pesquisador
Das coisas da Região
Onde jaz o coração
Que Violeta plantou!

Que todos possam curtir
O intercâmbio de cores
E que depois de ouvir
Os variados louvores
Uma voz se faça ouvir:
VIVA O CUCA, CARIRI
Terra de bons sonhadores!

domingo, 3 de maio de 2009

Entrevista concedida ao site UM OUTRO OLHAR

Leiam a entrevista concedida por Salete Maria ao site lésbico Um Outro Olhar. Além de falar sobre literatura de cordel, suas produções e o movimento do qual faz parte, a autora divulga o trabalho de outros artistas de Juazeiro do Norte, fazendo provocações sobre política e arte, tudo num tom bastante fiel ao seu jeito de "cordelirar"
Para conferir, clique
AQUI!