Cordelirando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Neste blog você encontrará alguns cordéis de Salete Maria, bem como notícias acerca de sua produção e seu diálogo com outros artistas
... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Lugar de Mulher, recitado por Salete Maria

terça-feira, 25 de março de 2014

OUTRAS PESSOAS



Negros, pobres, nordestinos
Deficientes, romeiros
Crentes, ateus, peregrinos
Camelôs e macumbeiros
Putas, loucos e viados
Viúvas e amancebados
Militantes, sem-dinheiro

Mendigos e solitários
Idosas e analfabetos
Maconheiros, operários
Favelados e sem-tetos
Camponeses, albergados
Jovens e desempregados
Freiras e mães-objeto

Cegos e presidiários
Viciados, andarilhos
Gordos e celibatários
Lésbicas e maltrapilhos
Estrangeiros, adotados
Apátridas, renegados
Aposentados, sem filhos

Albinos e orientais
Intersexos e autistas
Anões e bissexuais
Carecas e comunistas
Paraplégicos, videntes
Índios, afro-descendentes
Depressivos, anarquistas

Grafiteiros, pescadores
Funkeiros, cordelistas
Porteiros e catadores
Agricultores, bolsistas
Jovens, mastectomizadas
Velhas e abandonadas
Mortos-vivos, humoristas

Mudos e assexuados
Caipiras, ecologistas
Enfermos, desinformados
Destros e malabaristas
Tatuados, hemofílicos
Devotados e etílicos
Excluídos e cotistas

Quilombolas, ribeirinhos
Parideiras, abortistas
Anoréxicos, baixinhos
Flanelinhas, diaristas
Cadeirantes, vendedores
Bipolares, cuidadores
Figurantes, neo-artistas

Outras pessoas existem
- fora da Caras (de pau) -
Que, a seu modo insistem
Em consumir o jornal:
Seja dormindo com ele
Ou cagando em cima dele
Vão gerando outro know how

Outras pessoas existem
- fora do reality show -
Que, a seu modo, persistem
Em fazer seu próprio gol
Ganhando algumas partidas
- Perdendo tantas na vida -
Assim como elas, soul.

NEGRESTILOS


Somos tantos e diversos
Com cabelos acionados
Uns com luzes e reflexos
Outros tantos alisados
Black powers transeuntes
Negritudes flowers punks
Muitos somos afirmados

Negros trança rastafari
Dreadlooks e nagô
Negros lindos everbady
Negrinhos da Beija-Flor
Negros filhos, pais de santos
Bentos, beats, boys e bantos
Samba, roda, reggae e soul

Negro estilo multicores
Multicaras, multivozes
Multibeijos, multidores
Multividas, multidoses
Multilutas, multishows
Multisexos, multigols
Multisantos, multialgozes

Negros somos variados
Vivendo em todo lugar
Nalguns somos segregados
Noutros podemos mandar
Desempregado ou doutor
Ministro ou camelô
Quem pode nos segurar?

Negros como a bela noite
E qual a cor do pecado
Negros contra todo açoite
Do preconceito velado
Negros em favor da vida
Livre, leve e colorida
Cheia de axé e gingado

Negras tipo viva a cor
Negros tipo viva a vida
Negras fêmeas de valor
Negro história revolvida
Negros, negras, negritude
Negrestilo é atitude:
Danças, rezas e comida

Negros, negras, negrestilo
De negríssima negritude
Nigérrimo trocadilho
Negros, oh quanta saúde!
Negros de todo Brasil:
Negra pátria que pariu
Negro luta, não se ilude!

segunda-feira, 24 de março de 2014

Cordel-Alvará Judicial

Em 1999, Salete Maria, na condição de Defensora Pública Voluntária na cidade de Caririaçu - CE, redigiu um Alvará Judicial em forma de cordel. Consegui o documento e coloco aqui para que vocês vejam a criatividade da poetisa!





sexta-feira, 21 de março de 2014

DRAMATICORDEL

Para quem não pôde comparecer à festa dos 20 anos de publicação dos cordéis de Salete Maria, segue o vídeo exibido no Dramaticordel.
Trata-se de um Ensaio Para um Cordel de Salete Maria, realizado pelas atrizes Joaquina Carlos e Sammyra Santana, filmado pelo grande artista caririense Elizieldon Dantas e editado pela competente Fernanda Gislayne.
O Ensaio foi feito a partir do cordel EMBALANDO MENINAS EM TEMPOS DE VIOLÊNCIA, realizado em estilo "Documentário", valendo-nos de nossas vozes, nossos vestidos, nossas vontades, nossos talentos e nossa admiração pela obra de Salete Maria.
Confiram:


Pode ser visto também diretamente no youTube, clicando AQUI!

sábado, 15 de março de 2014

O Cordel que Virou Filme...

O Cordel Milagre Travesthriller escrito por Salete Maria para seu amigo Orlando Pereira (in memoriam), virou filme! Orlando, junto com o coletivo Bando Cariri e a produtora Nivia Uchoa fizeram com que Shirley Dayana saltasse das páginas de cordel e ganhasse voz, rosto, corpo e muita graça!
Orlando já não tem mais sua presença física neste plano, mas, onde estiver, deve estar às gargalhadas vendo tudo tomar forma!

Disponibilizamos aqui o trailler para que vocês possam se deleitar e, assim como nós, esperarem ansiosos pelo lançamento deste filme-cordel!

http://www.youtube.com/watch?v=YQ1W78TG_24






Salete Maria dá entrevista para a Cariri Revista

No dia 11 de março, pela manhã, Salete Maria deu entrevista ao jornalista Felipe da Cariri Revista, sobre sua trajetória acadêmica-política-artística-literária. Mesmo acometida por uma forte virose, a cordelista não poupou esforços para divulgar sua história permeada de lutas em defesa daquelas e daqueles esquecidos pela sociedade e/ou de quem ninguém ousa falar! Quando a revista sair, prometo que posto em primeira mão!

Cariri Revista, edição atual.

Salete Maria que foi entrevistada por Felipe Azevedo e fotografada por Rafael Vilarouca

Falando sobre sua trajetória 

Entrevista para a Cariri Revista


Salete Maria participa do programa OUVIR DIREITO na Vale FM em Juazeiro do Norte, sobre Violência contra a Mulher

No dia 08 de Março, 13h, Salete Maria participou, junto com o Defensor Público de Juazeiro do Norte, Heitor Gadelha, do programa Ouvir Direito, na Radio Vale FM de Juazeiro do Norte, apresentado pela jornalista Célia Rodrigues. O programa contou com a participação popular, via telefônica, que perguntou e esclareceu dúvidas acerca do tema em questão: Violência Contra a Mulher. Confiram as fotos: