Cordelirando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Neste blog você encontrará alguns cordéis de Salete Maria, bem como notícias acerca de sua produção e seu diálogo com outros artistas
... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Lugar de Mulher, recitado por Salete Maria

terça-feira, 19 de novembro de 2013

ASSUMA O ATIVISMO



Para contribuir com a Campanha 16 Dias de Ativismo Contra a Violência de Gênero
Salete Maria fez o cordel ASSUMA O ATIVISMO.
Confira, divulgue, se aproprie!

16 dias de luta Por todo o nosso Brasil Assuma esta labuta Contra o machismo vil Não fique aí omisso Se você tem compromisso Respeite quem te pariu!
Chega de feminicídio De estupro e xingamento De exposição em vídeo De piada e ferimento Chega de achar normal O horror patriarcal E seus velhos mandamentos!
Não aceite, não tolere Não imite e não se cale Chega de mortes em série Em praias, serras e vales Xô machismo desgraçado Abaixo o patriarcado Pivô de todos os males!
Grite alto, fale forte Denuncie a violência Não se acostume com a morte De Marias e Vicências Onde você estiver Vá metendo a colher Pois o crime não compensa!
Cordelista: Salete Maria Salvador-BA saletemaria@oi.com.br

terça-feira, 16 de julho de 2013

Um poema para ORLANDO

Saudosa pela partida do amigo ORLANDO PEREIRA para um outro plano espiritual, Salete Maria faz emocionado e emocionante poema:

Orlando tinha um sorriso
Tão grande quanto o universo
Seu olhar era um aviso
De que tudo é controverso
Só de amigos tinha um bando
Levou a vida sonhado 
Sempre nas lutas imerso

Era um ser de luz intensa
De carinho e de paixão 
Um artista de presença
Ativista de montão
Profissional dedicado
Socialista engajado
Filho, amigo, irmão

Uma pessoa adorável
Sensível, linda, marcante
Um garoto inigualável
Fiel, sincero, elegante
Honesto, franco, leal
Humorado sem igual
Amado e também amante

Orlando era um sujeito
Criador e criativo
Trazia o sol no peito
Fulgurante e altivo
Sua energia era boa
Sua vida não foi à toa
Segue para sempre vivo

Saudades, Salete Maria