Cordelirando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Neste blog você encontrará alguns cordéis de Salete Maria, bem como notícias acerca de sua produção e seu diálogo com outros artistas
... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Lugar de Mulher, recitado por Salete Maria

sábado, 4 de julho de 2015

Respeitem a Presidenta



RESPEITEM A PRESIDENTA

Eu vi pela internet
E não quis acreditar
Uns adesivos machistas
Que estão a circular
Ofendendo a presidenta
E toda mulher que há

Trata-se de uma imagem
Que estimula a violência
E é preciso combatê-la
Pra manter a coerência
Na luta contra o machismo
E pela sobrevivência

A cultura do estupro
Não se deve propagar
Venha de onde vier
Não devemos aceitar
Tal violência de gênero
A nos desqualificar

Se o governo vai mal
E você quer protestar
Use de bons argumentos
Para os erros apontar
Mas não ofenda a pessoa
Que está a governar

Exercite seus direitos
Pois é livre a expressão
Mas evite preconceitos
Ou a disseminação
De ódio e intolerância
No seio dessa nação

Não reforce o sexismo
Ou a tal misoginia
Exponha suas razões
Mas evite a baixaria
Do contrário se prepare
Pra ir à delegacia

A conduta criminosa
Não podemos tolerar
E campanha insidiosa
É preciso rechaçar
Que seja penalizado
Quem disto se ocupar


A ofensa a presidenta
Fere todas as mulheres
Avilta nossa imagem
Esses tais caracteres
Vamos barrar o machismo
Metendo nossas colheres

Vamos ficar vigilantes
Pra poder denunciar
Nada será como antes
Pois nós sabemos lutar
Respeitam a presidenta
Ou vão ter que encarar

Podemos não concordar
Com os tais ajustes fiscais
Mas agressão às mulheres
Não toleramos jamais
Nós merecemos respeito
E uma vida plena de paz

Protestemos com razão
Rua abaixo e rua acima
Até na televisão
Pois ela também ensina
Não é só por Dilma, não
É por toda uma nação
Dignamente feminina!

Autora: Salete Maria

Salvador, 03/07/2015

2 comentários:

André disse...

Parabéns pelo cordel, ele tem forma rimada e conteúdo lúcido. Infelizmente, uma grande parte do Brasil vem falando de patriotismo e justiça porém sem ter a menor idéia do que isso signifique. Patriotismo é respeitar os símbolos de um país, e a pessoa que o preside é um deste símbolos. E pedir justiça quando não se quer deixar de ter serviçais mal remunerados em casa e na sociedade como essa "elite" pretende, é dar provas de incoerência absoluta. Casa unida é casa forte, mas casa dividida é presa fácil para interesses estrangeiros que querem ver o Brasil como o quintal que sempre foi, a colônia que pode até imitar os hábitos dos colonos, porém sem querer ir além de ser colônia. E essa "elite" de pouquíssima visão, não vê isso. Ou então (o que é bem mais grave) não quer ver.
Abraço.

moça latino-americana disse...

Que coisa mais linda! Adorei!
Se não for incômodo, venho também divulgar meu blog de literatura feminista. Ainda se trata de um projeto embrionário, mas que já está no segundo texto, que conta com um relato de uma experiência que tive logo no início da faculdade. Espero que gostem e, se assim for, repassem o link às companheiras de luta! Acessem: http://minacontamina.blogspot.com.br/